Trending Tags

FILME 3

Eu sou fã da Blizzard, e não nego a ninguém. Amo muito os seus jogos, mas tenho que deixar claro a minha preferência pelo World of Warcraft. Uma das coisas que eu mais amo nessa empresa, é a preocupação que ela tem com o seu conteúdo. Ela não se limita aos roteiros dos games, pelo contrário, ela expande a história de todas as formas que puder. E no caso do WoW, nós fomos agraciados com quadrinhos, contos onlines, livros oficiais, e claro, com essa maravilha de livro chamado: World of Warcraft – Crônicas.

O que mais me impressiona nesse livro, são as ilustrações perfeitas e obviamente as crônicas de acontecimentos datados até mesmo de quinze mil anos antes do portal negro. É impressionante a quantidade de detalhes que este mundo possui. A Blizzard vai além dos roteiros dos jogos, vai além da imersão que nos proporciona com o MMORPG: World of Warcraft. Ela nos apresenta um verdadeiro livro histórico, com uma riqueza de detalhes e de produção incriveis. É até difícil resenhar esse livro sem falar de todas as maravilhas que ele contém. É sem dúvida um dos meus livros favoritos e claro, uma das minhas melhores aquisições. 

World of Warcraft – Crônicas é a um tipo de bíblia para os amantes do universo de Warcraft, criado pela maravilhosa Blizzard. A série crônicas, tem como intuito, conta a história de Azeroth, dos primórdios até os tempos atuais. Mas para isso, é preciso voltar muito mais no tempo, contando um pouco sobre a Cosmologia. 

“Azeroth não passa de um pequeno mundo, em um universo vasto, um reino cheio de magia poderosa e seres grandiosos.”

Antes mesmo do primeiro capítulo, somos apresentados a uma breve explicação sobre alguns aspectos da cosmologia, sendo eles: As Forças Cósmicas, os Reinos Da Existência e os Habitantes do Cosmo.

Nesse primórdio do universo, somos agraciados com informações sobre diversas coisas, como o que são os Titãs, os Senhores do Caos, os Naarus, A Legião Ardente, os Deuses Selvagens e os Deuses antigos. Além de entender um pouco mais sobre A Grande Treva Infinita, A Espiral Etérea, O Sonho Esmeralda e As Terras das Sombras.

Então partimos para o primeiro capítulo, onde somos agraciados com crônicas sobre a origem de tudo. Algo que me chamou muita atenção e me agradou bastante, foi descobrir o surgimento dos Titãs e a Ordem Do Universo. Entender um pouco sobre Sargeras e como ocorreu sua corrupção. Descobrir como ocorreu o nascimento dos Deuses Antigos, por intermédio dos Senhores do Caos. A ascensão dos Demônios também é mostrada de forma graciosa, e o embate entre Sargeras e Aggramar.

 

Depois disso nós finalmente chegamos a Azeroth. Mas não o Azeroth que conhecemos no jogo, não mesmo, muito longe disso. Nós chegamos a Azeroth primitivo. Os primórdios desse mundo tão maravilhoso e fantástico. No tempo onde os elementos reinavam, e os territórios eram divididos entre eles. Até a chegada dos Deuses Antigos, até a criação dos forjados pelos Titãs, os Aesir e os Vanir e a definição dos Guardiões. Ocorre então, as primeiras guerras no mundo de Azeroth, entre os forjados pelos Titãs, os elementais e os Deuses Antigos.  

 

O livro conta basicamente tudo sobre as primeiras eras de Azeroth. As guerras que ocorreram, os primeiros impérios e suas quedas. A divisão dos territórios e o florescimento de diversas formas de vida. Sendo uma delas, o temível Galakrond, um protodraco tão gigante e temível, que era capaz de devastar florestas com o bater de suas asas. Galakrond era astuto e dono de uma fome insaciável, fazendo-o comer até mesmo outros protodracos. Isso o fez adquirir uma doença necrosante, que deformou seu corpo e o deixou ainda mais monstruoso. A história de Galakrond e melhor abordada e um outro livro, Alvorada dos Aspectos. Nele, descobrimos como os futuros Aspectos Dragônicos, conseguiram derrotar um ser tão poderoso como Galakrond.

Assim, vamos descobrindo aos poucos, como surgiram as raças habitantes de Azeroth que conhecemos, e as dificuldades que foram enfrentando. A forma como os Guardiões influenciaram no desenvolvimento de Azeroth e nos seus acontecimentos.

De acordo com que avançamos na leitura, vamos obviamente avançando no tempo de Azeroth, nos aproximando cada vez mais do mundo que conhecemos. O surgimento dos homens e suas divisões. A separação dos continentes, Pandaria se camuflando do resto do mundo. Todos os acontecimentos que construíram Azeroth, o mundo onde todos os jogadores de WoW, emergem para se envolver em acontecimentos diversos. 

Eu super indico esse livro para os amantes do jogo, ou até mesmo para os que não joguem, mas goste da história.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Previous post FILME 2
Next post FILME 4